Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Manifestação

Imagem
Fernanda Barth - Mestre em Ciência Política pela UFRGS, integrante do Núcleo de Inteligência Política do Instituto Methodus realizou uma análise da manifestação do dia 15 de março de 2015.
A manifestação do dia 15 de março - a maior desde as Diretas Já - surpreendeu em termos numéricos até quem ajudou a mobilizar pessoas pelas redes, como o Movimento Brasil Livre ou o Vem Para a Rua. Diversas ações do governo, notícias envolvendo a Operação Lava Jato e opiniões difundidas nas redes ajudaram a engrossar o caldo da indignação que levou mais de 2 milhões de pessoas a saírem de casa. Entre alguns destes fatos podemos destacar o Ministro Dias Tóffoli assumir uma cadeira na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), colegiado que vai julgar as ações da Operação Lava Jato; o discurso da presidente Dilma, no Dia Internacional da Mulher (08/03), que culminou no panelaço; a estratégia equivocada dos governistas e de formadores de opinião da esquerda de taxar de golpistas e de elite quem pr…

Geração da Conectividade

Público alvo do estudo: jovens de 16 e 25 anos das classes socioeconômicas A, B, C e D da Região Metropolitana de Porto Alegre.
A principal característica dessa geração é, sem dúvida, ter crescido com uma influência muito forte da tecnologia. O maior impacto que a internet trouxe à sociedade foi a fragmentação da atenção do consumidor. Para estes jovens este fator é ainda mais forte, vão da internet para o telefone, do telefone para a TV e voltam novamente para a internet. Estão habituados a mudar constantemente de tela, de canal, de plataforma. E ainda, todas essas mídias e esses conteúdos podem ser consumidos em conjunto.
Na busca por informações, percebe-se um crescimento das redes sociais enquanto as outras mídias vão perdendo espaço. 48,6% dos jovens entrevistados disse que para se informar busca informações nas redes sociais, enquanto que 44,2%, na TV.
Afirma-se que a internet impactou o marketing, pois o cliente passou a fazer escolha de quando quer consumir determinado conteúdo o…

O uso das redes sociais como canal de informação

Imagem
Quando questionados se as redes sociais são um meio de comunicação e informação, os jovens entrevistados no estudo Geração da Conectividade respondem que é 

“o único”, “o principal”, “o início”, “um facilitador”.
As redes sociais são vistas como uma ferramenta que facilita a participação, a busca por informação, são citadas como um 


“instrumento agregador”.
Essa visão, entre os jovens de 16 a 25 anos, independe da idade e classe social. 

A internet e as redes sociais são o meio de comunicação preferido para a busca de informações. A preferência se dá em razão da praticidade:
Eu abro a página e a notícia está na minha timeline”.
Afirmam que não conseguem se desligar da internet porque
“não é como a TV que dá para ligar e desligar ou trocar de canal,  não podemos fugir da nossa timeline”.
Mesmo sendo unânime entre os jovens, há uma enorme desconfiança sobre as informações divulgadas na internet. Para checar a veracidade das informações, costumam pesquisar a mesma notícia em diversos sites.





Ape…